Lição 1- A Igreja e a época do Apóstolo Paulo

Escola Dominical, Classe: Adolescentes – 3° trimestre de 2022 - CPAD

LEITURA BÍBLICA

Atos 2.38,41-47

MENSAGEM

"Porém, quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria e até nos Lugares mais distantes da terra." Atos 1.8


DEVOCIONAL

Segunda » At 2.1-4

Terça » Jo 14.26

Quarta » Gl 5.22

Quinta » Jl 2.28, 29

Sexta » Ef 4.1-6

Sábado » Sl 133.1

Vamos Descobrir

A jornada da Igreja de Jesus Cristo teve início no momento certo. Depois de receberem a promessa do Batismo no Espírito Santo, os discípulos receberam o poder de Deus para viver a vida cristã e espalhar as Boas-Novas de Jesus para todo o mundo. Além dessa capacitação especial, que veio de Deus, as condições geográficas,

culturais e sociais da época colaboraram com a expansão da Igreja. Vamos juntos descobrir mais sobre o mundo em que o Apóstolo Paulo viveu?

 

Hora de Aprender

Neste trimestre estudaremos a vida do apóstolo Paulo, conforme nos conta o livro de Atos dos Apóstolos. Por meio das suas viagens, obra missionária e interação com as pessoas, veremos como Deus agiu por meio do Espírito Santo, salvando e transformando vidas. Veremos nesta lição o evento que deu origem à Igreja de Jesus Cristo e alguns aspectos relevantes do mundo romano, no qual vivia o Apóstolo.

 

I – O PENTECOSTES E A IGREJA DE CRISTO

Nos dias em que o Filho de Deus tornou-se um ser humano e morou entre nós (Jo 1.14), a Bíblia nos conta que uma multidão o acompanhava por onde Ele passava.

 

Essas pessoas, então, eram testemunhas dos milagres realizados por Jesus e dos ensinos dados por Ele (Jo 6.2).

 

Após sua morte e ressurreição, Jesus passou quarenta dias com os discípulos, dando-lhes instruções de como deveriam continuar a caminhada com Deus. Uma ordem foi a de que eles ficassem em Jerusalém para esperar o cumprimento da promessa do Pai: o Batismo no Espírito Santo (At 1.4, 5). Essa promessa se cumpriu no Dia de Pentecostes!

 

Você sabe o que é dia de Pentecostes? E a festa das colheitas, celebrada 50 dias depois da Páscoa. Aos que moram em áreas urbanas, pode parecer estranho festejar uma atividade rural. Mas, naqueles dias, festejar a produção da terra era importante porque, afinal, a colheita era a garantia de que haveria alimento nos próximos meses.

Como em todos os anos, os discípulos estavam reunidos para celebrar a festa, quando, de repente, o som de um vento forte encheu a casa onde estavam. Era a manifestação do Espírito Santo, que encheu as pessoas e elas falaram em outras Línguas (At 2.2-4).

Em um determinado momento, Pedro Levantou-se e explicou para todos que o profeta Joel, no Antigo Testamento, tinha anunciado a promessa do derramamento do Espírito (Jl 2.28, 29) e que naquele momento eles estavam vivendo essa experiência (At 2.14-18).

A festa dos discípulos foi muito melhor do que eles imaginaram! O cumprimento da promessa do derramamento do Espírito Santo marcou o início da jornada da Igreja de Jesus Cristo.

 

II - AS CARACTERÍSTICAS DA IGREJA

Nos momentos e dias seguidos, os apóstolos pregaram com ousadia (para judeus e não judeus) a mensagem sobre Jesus Cristo. Eles ensinaram como as profecias do Antigo Testamento sobre o Messias haviam se cumprido nELe. Milagres e maravilhas acompanharam a pregação desses homens (At 2.43; 3.6-9). E o número dos que criam no Evangelho aumentou a cada dia, ou seja, a Igreja cresceu.

 

O mover do Espírito Santo nas pessoas era visto pela transformação na vida delas e pela comunhão que compartilhavam. Lucas, o escritor do Livro de Atos, nos conta que esses primeiros crentes seguiam os ensinos dos apóstolos e estavam unidos. A Igreja vivia em amor: as pessoas dividiam o que tinham para atender as necessidades básicas do próximo. Não havia falta de alimento, porque ele era compartilhado. E sempre se reuniam para cultuar a Deus e orar (At 2.42-47).

Estudando a história da Igreja e suas ações após a experiência do Pentecostes, vemos que, quando o Espírito Santo passa a viver em alguém, há uma transformação nas suas atitudes. Isso ocorre porque o amor se torna o guia para o comportamento daquele que serve a Cristo. Não há espaço para a avareza . . ou desperdício; o dinheiro é direcionado a quem precisa e o egoísmo dá espaço  para a bondade (1 Jo 4.20,21).

O Espírito Santo continua se movendo nos dias de hoje. Você já parou para observar como o Espírito Santo está presente no seu dia a dia? Como cristãos, sabemos que Ele nos reveste de um poder especial, dando ousadia para falar de Jesus, e se manifesta por meio dos dons. Você tem buscado a presença do Espírito Santo? Já é batizado no Espírito Santo? Sempre ore pedindo para Jesus te batizar no Espírito Santo e para te encher da presença dELe (At 2.38,39)!

III - O MUNDO ROMANO NA ÉPOCA DO PENTECOSTES

A encarnação de Jesus, a revelação do Espírito Santo e o início da jornada histórica da Igreja aconteceram no primeiro século da Era Cristã. Nesse período, o Império Romano era a potência mundial, e seu território abrangia Europa, Ásia Menor (atual Turquia) e Norte da África. Nesse tempo, existia certa estabilidade, pois os romanos não estavam guerreando com os outros povos por território e poder.

Hoje, O WhatsApp é uma ferramenta comum de comunicação. Na época dos apóstolos, era a carta, ou epístola. As cartas do Novo Testamento foram escritas em grego koiné, que era a Língua internacional, como o inglês é atualmente.

 

No dia a dia em Israel, as pessoas conversavam em aramaico, mas o culto na sinagoga era em hebraico. Porém, muitos judeus conheciam também o grego, pois moravam ou negociavam em outras cidades do Império Romano. Por isso mesmo, todo o Novo Testamento foi escrito em grego.

No Livro de Atos, lemos que os apóstolos viajavam bastante. As estradas romanas ajudaram tanto o exército nas conquistas, quanto os apóstolos na pregação do Evangelho e a circulação das cartas e dos escritos cristãos.

 

Naquela época, a rede de estradas romanas era de milhares de quilômetros, além das vias fluviais e rotas marítimas. Assim, os seguidores de Jesus iam de cidade em cidade, aproveitando essa estrutura para pregar o Evangelho.

 

CONCLUSÃO

O dia de Pentecostes marca o início da Igreja. Os seguidores de Jesus receberam poder do Espírito Santo e souberam aproveitar os recursos disponíveis naquela época para viver em comunhão e anunciar o Evangelho.

Hoje, a Igreja somos nós e precisamos aprender com o exemplo deles a buscar em Deus o Batismo no Espírito Santo, a viver em comunhão e a pregar o Evangelho, com os recursos que temos disponíveis hoje e na região onde moramos.


Pense Nisso

Como você percebe esse mover do Espírito Santo na sua vida?

Esta é uma oportunidade para pedir a Ele que molde suas atitudes no dia a dia.

Ore pedindo o Batismo no Espírito Santo.

Abra o seu coração e deixe Deus Lhe usar para testemunhar a mensagem e o amor de Cristo.

Viva intensamente no Espírito!

 

0 comments:

Postar um comentário

Clique e acesse